19 de mar de 2011

Só no Japão: indústria de games se mobiliza em ajuda às vítimas do terremoto

O assunto do momento no Japão não poderia ser outro: as consequências do maior terremoto já enfrentado pelo arquipélago, na última sexta-feira (11). O país sofre os efeitos do chacoalhão de 9 graus de magnitude, que também resultou em tsunamis colossais, e resultou, até agora, em quase 7 mil mortes.


Akira Toriyama, de "Dragon Ball", fez um desenho para dar força às vítimas do terremoto

Diante da tragédia, as principais companhias japonesas se mobilizaram para ajudar as vítimas, e não foi diferente com as empresas que trabalham com games.

A maior doação, no entanto, veio de uma multinacional com sede na Coreia do Sul, a NCsoft, que doou a arrecadação de um mês da filial japonesa, de 500 milhões de ienes (US$ 6,17 milhões). Já a Nintendo e a Sony desembolsaram 300 milhões de ienes (US$ 3,7 milhões) cada uma. Além disso, a corporação liderada por Howard Stringer também forneceu 30 mil rádios.

Já a Microsoft anunciou uma ajuda de US$ 2 milhões e também suspendeu a cobrança pelo uso dos servidores de nuvem, e assim auxiliar os sistemas de comunicação. A Sega Sammy tirou do bolso 200 milhões de ienes (US$ 2,46 milhões) e reverterá as vendas de "Football Manager Handheld 2011" e dos "Sonic 1", "2", "4" e "Spinball" para iPhone, iPod Touch e iPad.


Divulgação
"Sonic 4" é um dos jogos para iPhone da Sega que terão suas vendas revertidas para as vítimas do terremoto (imagem: divulgação)
Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...