10 de fev de 2011

Sony impede que PS3 'modificados' acessem a rede PSN

Em mais uma rodada na batalha da Sony contra os ciberpiratas com consoles PlayStation 3 modificados, a empresa bloqueou - ao menos temporariamente - os usuários que possuem firmware personalizado de acessarem os serviços online da rede PlayStation Network.

A Sony bloqueou dois métodos que permitiam a execução de jogos copiados na PlayStation Network, utilizando o firmware 3.55 personalizado. Com a intervenção da empresa, a rede PSN aceita apenas conexões de consoles com o firmware 3.56, fazendo com que os ciberpiratas não tenham acesso à rede.

Estes métodos envolvem a mudança das configurações do sistema DNS do PlayStation 3, que reporta se o console está rodando o firmware atual ou não.

A Sony já utilizou esses truques antes para impedir os acessos ilegais, porém a solução é temporária, já que o console acaba se abrindo novamente toda vez que a empresa lança uma nova atualização do sistema. De qualquer forma, ao menos por enquanto, a PSN estará menos suscetível aos ciberpiratas e trapaceiros online.

Recentemente, a gigante japonesa ameaçou processar qualquer um que distribuir ou disponibilizar os códigos que contornam a segurança do PlayStation 3, liberados pelo ciberpirata George Hotz. A gigante japonesa exigiu, através de tribunal federal, que os sites Google e Twitter revelassem informações privadas de usuários que comentaram ou assistiram a vídeos sobre a quebra de segurança do console.

O bloqueio de uso às redes onlines de consoles não é novidade. A Microsoft utiliza desse recurso para impedir que os usuários de Xbox 360 modificados acessem a rede Xbox Live. Os chamados 'banimentos' ocorrem regularmente e é a principal arma da empresa contra os ciberpiratas.

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...